O Islam Honra as Mulheres

This post is also available in: Inglês, Bahasa Sug

Resumo do Pequeno Conselho de Maulana Shaykh Nazim

30 de outubro de 2010

O Islam honra as mulheres

A’uzubillah himinash shaitan nirrajeem

Bismillah-hir Rahman-nir Raheem

Assalamu’alaikum wrh wbkt

(Mulheres modernas, em busca de beleza, cortam seus cabelos de acordo com a última moda e visitam salões de cabeleireiros, gastando quantias obscenas fazendo o cabelo. Tendo gastado tanto tempo e esforço para fazer seus cabelos parecerem atraentes, elas rejeitam o véu de seus guarda-roupas, para que possam mostrar sua ‘beleza’. Neste Suhbah, Maulana fala sobre esta doença que tem afligido as mulhers Muslims deste século).

  • O ato de cortar seus cabelos, irem a salões de beleza e rejeitarem seus hijabs são atos pecaminosos, e Maulana avisa que Allah pode enviar doenças (ex: dores de cabeça, enxaquecas, acessos de doença, etc) sobre as cabeças das mulheres que teimosamente persistem em fazer tal, apesar dos repetidos conselhos e avisos. “Isto (evitar atos contra a Shariah) não é minha instrução”, diz Maulana, “é uma instrução Divina.”

وَقُل لِّلۡمُؤۡمِنَـٰتِ يَغۡضُضۡنَ مِنۡ أَبۡصَـٰرِهِنَّ وَيَحۡفَظۡنَ فُرُوجَهُنَّ وَلَا يُبۡدِينَ زِينَتَهُنَّ إِلَّا مَا ظَهَرَ مِنۡهَا‌ۖ وَلۡيَضۡرِبۡنَ بِخُمُرِهِنَّ عَلَىٰ جُيُوبِہِنَّ‌ۖ وَلَا يُبۡدِينَ زِينَتَهُنَّ إِلَّا لِبُعُولَتِهِنَّ أَوۡ ءَابَآٮِٕهِنَّ أَوۡ ءَابَآءِ بُعُولَتِهِنَّ أَوۡ أَبۡنَآٮِٕهِنَّ أَوۡ أَبۡنَآءِ بُعُولَتِهِنَّ أَوۡ إِخۡوَٲنِهِنَّ أَوۡ بَنِىٓ إِخۡوَٲنِهِنَّ أَوۡ بَنِىٓ أَخَوَٲتِهِنَّ أَوۡ نِسَآٮِٕهِنَّ أَوۡ مَا مَلَكَتۡ أَيۡمَـٰنُهُنَّ أَوِ ٱلتَّـٰبِعِينَ غَيۡرِ أُوْلِى ٱلۡإِرۡبَةِ مِنَ ٱلرِّجَالِ أَوِ ٱلطِّفۡلِ ٱلَّذِينَ لَمۡ يَظۡهَرُواْ عَلَىٰ عَوۡرَٲتِ ٱلنِّسَآءِ‌ۖ وَلَا يَضۡرِبۡنَ بِأَرۡجُلِهِنَّ لِيُعۡلَمَ مَا يُخۡفِينَ مِن زِينَتِهِنَّ‌ۚ وَتُوبُوٓاْ إِلَى ٱللَّهِ جَمِيعًا أَيُّهَ ٱلۡمُؤۡمِنُونَ لَعَلَّكُمۡ تُفۡلِحُونَ

E diga às mulheres fiéis que devem baixar sua vista e guardar sua modéstia; que não devem elas mostrar sua beleza e ornamentos, exceto o que (ordinariamente) aparece; que devem elas colocar seus véus sobre seus seios e não mostrar sua beleza exceto aos seus maridos, seus pais, os pais de seus maridos, seus filhos, os filhos de seu marido, seus irmãos, ou os filhos de seu irmão, ou os filhos de sua irmã, ou suas mulheres, ou os escravos que sua mão direita possui, ou servos homens privados de necessidades físicas, ou crianças pequenas que ainda não tem noção do pudor do sexo; e que não devem elas bater seus pés a fim de chamar atenção para seus ornamentos ocultos. E Ó, vós que credes! Tornem todos juntos em direção a Allah que vós podereis atingir a Benção. (Surah An-Nur 24:31)

  • Maulana diz que as mulheres de antigamente eram muito atraentes, elas costumavam vestir belos véus orientais com bordados e laços. Em casa, quando tiravam seus véus, elas tinha cabelos bem-penteados, elegantes e limpos; os quais elas amarravam em duas tranças. (Mulheres cristãs costumavam amarrar uma trança, então as mulheres Muslims deveria amarrar duas, a fim de distingui-las das cristãs.) Se elas desejassem, Maulana disse, podiam separar o cabelo no centro e amarrar os dois lados em uma única trança.
  • Maulana descreveu ter visto sua velha avó de 80 anos (quando ele era senão um garoto de 5) e ela costumava fazer tranças em seu cabelo (mesmo que houvesse sobrado pouco dele naquela idade), e aparentava estar tão cheia de luz que ninguém podia parar de olhar para ela! Hoje em dia, as mulheres não mais têm essa luz, uma vez que elas não seguem as ordens Divinas relacionadas as suas proibições. Mulheres das antigas costumavam manter cabelos longos, algumas até tinham cabelos que chegavam aos calcanhares! Elas costumavam pentear seus cabelos com marfim bruto e pentes de ossos. Mulheres que não cortavam o cabelo eram sempre cheias de saúde e energia, e aparentavam ser muito mais femininas que mulheres que cortavam, que estavam sempre doentes e apáticas, e pareciam-se com homens, com seus cabelos curtos.
  • Maulana lembrou os maridos para que prestam atenção especial a esta questão, e para proibirem suas esposas de fazerem estes atos proibidos (cortar o cabelo, visitar os salões, expor suas belezas) e de frequentar cafés onde elas sentam e ficam conversando em vão sem nenhum objetivo. Idealmente, esposas deveriam ficar em casa, como donas de casa. Para mulheres que são donas de casa, Maulana tinha o seguinte a dizer para elas: “Allah ficará satisfeito com elas. O Profeta (saw) ficará satisfeito com elas. Os santos as vigiam. Nenhum problema irá recair sobre elas dos céus, elas estão protegidas de tais problemas.”
  • Maulana disse que, quando estava em Londres, ficou espantado de ver diversas modelos exibindo cortes de cabelo para que as damas da alta-sociedade pudessem escolher um deles. “As mulheres enlouqueceram?” perguntou Maulana, pois isso era uma provocação descarada ao Ayat abaixo:

يَـٰنِسَآءَ ٱلنَّبِىِّ لَسۡتُنَّ ڪَأَحَدٍ۬ مِّنَ ٱلنِّسَآءِۚ إِنِ ٱتَّقَيۡتُنَّ فَلَا تَخۡضَعۡنَ بِٱلۡقَوۡلِ فَيَطۡمَعَ ٱلَّذِى فِى قَلۡبِهِۦ مَرَضٌ۬ وَقُلۡنَ قَوۡلاً۬ مَّعۡرُوفً۬ا. وَقَرۡنَ فِى بُيُوتِكُنَّ وَلَا تَبَرَّجۡنَ تَبَرُّجَ ٱلۡجَـٰهِلِيَّةِ ٱلۡأُولَىٰۖ وَأَقِمۡنَ ٱلصَّلَوٰةَ وَءَاتِينَ ٱلزَّڪَوٰةَ وَأَطِعۡنَ ٱللَّهَ وَرَسُولَهُۚ ۥۤ إِنَّمَا يُرِيدُ ٱللَّهُ لِيُذۡهِبَ عَنڪُمُ ٱلرِّجۡسَ أَهۡلَ ٱلۡبَيۡتِ وَيُطَهِّرَكُمۡ تَطۡهِيرً۬

Ó esposas do Profeta! Vocês não são como as (outras) mulheres: se temem (Allah), não sejam delicadas no falar, a fim de que aqueles em cujo coração há uma doença não sejam movidos com desejo; mas digam um falar (que é) justo. E permaneçam quietas em suas casas, e não façam exibição deslumbrante, como aquelas dos primeiros Tempos de Ignorância; e estabeleçam Oração regular, e façam Caridade regular; e obedeçam a Allah e Seu Mensageiro. E Allah deseja apenas remover de vós as abominações, vós Membros da Família, e fazer-vos puros e sem mácula. (Surah Al-Ahzab 33:32-33)

  • Voltamos ao segundo período de ignorância hoje em dia. Algumas mulheres acreditam erroneamente que ter cabelos longos as tornam densas ou aturdidas, então elas o cortam, na esperança de que isto fará com que tenham mais inteligência! Mulheres hoje em dia mostram abertamente e sem vergonha sua beleza para estranhos. Elas permitem que cabeleireiros homens as toquem e acariciem inapropriadamente. Mauala pergunta de modo incrédulo? “Vocês conseguem benefícios ou felicidade fazendo isso?” Tudo que isso faz é trazer doenças e enfermidade para elas. Qual é a vantagem de se ser milionário ou até mesmo bilionário, pergunta Maulana, se você está constantemente doente (devido à retribuição Divina por ter um estilo de vida provocante)? Maulana diz: muitas pessoas encontrarão infindáveis doenças afligindo-as – um dia é enxaqueca, depois dor nas costas, e depois uma dor nas juntas. Como você poderá provar a doçura da vida se está constantemente sendo cercado por maldições Divinas? E por que irá querer isso, se pode ter uma vida abençoada, ao respeitar as leis Celestiais?
  • Maulana então rezou por perdão, e rezou para que Allah envie à nação um Sultão que nos levará ao caminho da verdade (Haqq). Maulana diz que precisamos de um Sultão, não podemos passar sem um, pois uma nação sem um Sultão é como um Palácio sem um Rei. Não há quem substitua o Rei, ninguém pode preencher a lacuna. É incrível que até mesmo os animais sabem da necessidade crucial de se ter um Sultão, e ainda assim os homens são totalmente alheios a ela.

Comentário

  • Em um Hadith, Rasulullah (saw) disse: “Minha maldição esteja sobre a mulher que corta seu cabelo, mesmo que ela o faça com a permissão de seu marido.” É dito que a beleza e feminidade de uma mulher estão em seu cabelo, assim como a masculinidade de um homem está em sua barba. Um homem sem barba é o mesmo que uma mulher careca – ambos são terrivelmente não atraentes e não naturais. De acordo com um Hadith, Allah amaldiçoa um homem que se parece com uma mulher, e uma mulher que lembra um homem. Hoje em dia, muitos homens sem barba aparentam ser afeminados, enquanto mulheres que tem cabelo cortado curto parecem ser bem masculinas.
  • A beleza e o quanto uma mulher é atraente não vem do fato de se exporem, vestirem-se de modo indecente ou de se comportar de maneira ordinária. É incrível como a mídia e a propaganda fizeram disto uma norma, que o único jeito de ser vista como atraente é aparecendo seminua, voluptuosa e sem-vergonha. Hoje em dia, quando uma mulher se veste decentemente ou começa a usar um véu, é como se tivesse sofrido uma ‘lavagem cerebral’ para seguir um estilo ‘retrógrado’ de vida. Portanto, vemos mulheres Muslims com vergonha de serem vistas com o véu, e ainda por cima elas estão gastando dinheiro ao cortar, tingir, implantar, fazer permanente, etc, em seus cabelos!
  • É como o Profeta (saw) previu quinze séculos atrás: ‘Minha nação irá seguir os caminhos dos inféis, até mesmo diretamente para o buraco da serpente,” o que significa que Muslims modernos irão copiar os caminhos dos infiéis, até mesmo ao ponto de fazerem coisas que são completamente desnecessárias e ilógicas e até mesmo que os ponha em perigo.
  • Hoje, vemos ‘Muslims’ com tatuagens, com piercings nos narizes e nos lábios; os vemos celebrando o Natal e o Halloween; nós os vemos imitando artistas de hip-hop; os vemos se juntando em botecos para beber e socializar; os vemos memorizando e cantando canções de amor e luxúria; os vemos vestidos como infiéis e comportando-se como infiéis. O Islam permanece apenas no nome – um cadáver sem vida hoje em dia. Maulana disse em um Suhbah anterior: “O Islam está profundamente adormecido hoje em dia, quando acordar, o mundo verá o poder milagroso do Islam.”
  • Incrivelmente, estes supostos ‘Muslims’ que veneram o estilo de vida de infiéis, jamais pararam para pensar, sequer por um momento, que enquanto eles (os Muslims) tentam copiar tudo do estilo de vida dos infiéis, os infiéis em si não estão nem um pouco interessados em copiar nosso estilo de vida Islâmico! Nenhum dos infiéis usa véus, ou celebra o Eid, ou memoriza e murmura nossos Zikirs, ou se junta conosco em nossos majalis – eles desprezam nosso estilo de vida, e ainda assim somos cegos de admirar, e de emular o estilo de vida satânico deles! O que há de errado convosco, ó fiéis? Sofremos uma lavagem cerebral para crermos que nosso estilo de vida Islâmico é retrógrado e fora de moda! Como pode a Sunnah do amado Profeta, o estilo de vida que traz as bênçãos de Allah consigo, ser retrógrado? E como pode um estilo de vida trazido por shaitan, que tem a maldição e a ira de Allah consigo, ser progressivo, moderno, aceito e um modelo de vida? É intrigante, mas este é o fim dos tempos.
  • Ó fiéis, larguem o estilo de vida dos infiéis! O Profeta (saw) disse: “Aquele que imitar (um grupo), então pertence a ele.” Os fiéis têm grandes distâncias a percorrer para se distinguirem dos infiéis. Quando Rasulullah (saw) foi informado de que os Judeus estavam jejuando no dia 10 de Muharram, o Dia de Ashura, para celebrar a vitória de Sayyidina Musa sobre Fir’aun, Rasulullah (saw) disse: “Nós temos mais direitos sobre Musa que os judeus,” e ele ordenou aos Muslims que jejuassem naquele dia também, e a fim de diferenciar nosso jejum daquele dos judeus, o Profeta (saw) ordenou aos fiéis que jejuassem um dia extra, seja no dia 9 de Muharram ou no dia 11 de Muharram, para que jejuássemos por dois dias, comparado com o único dia de jejum dos judeus. De modo similar, Maulana disse que, uma vez que as cristãs eram conhecidas pela única trança que faziam, as Muslims deviam fazer duas tranças.
  • Não podemos e não devemos seguir os caminhos dos infiéis! Por quê? Leia isto:

يَـٰٓأَيُّهَا ٱلَّذِينَ ءَامَنُوٓاْ إِنَّمَا ٱلۡمُشۡرِكُونَ نَجَسٌ۬

Ó vós que credes! Em verdade, os infiéis são impuros. (Quran  9:28)

Seus caminhos são impuros! Como um caminho impuro poderá levar a um destino puro, Paraíso? Quando Sayyidina Adam tornou-se impuro por um pecado, ele foi expulso do Paraíso! Então siga um caminho puro, abençoado, os Caminhos dos guiados (Profetas e Santos) para atingir a felicidade eterna! Mas se você escolher desafiar, Allah não precisa de veneração ou obediência.

لَقَدۡ كَانَ لَكُمۡ فِيہِمۡ أُسۡوَةٌ حَسَنَةٌ۬ لِّمَن كَانَ يَرۡجُواْ ٱللَّهَ وَٱلۡيَوۡمَ ٱلۡأَخِرَ‌ۚ وَمَن يَتَوَلَّ فَإِنَّ ٱللَّهَ هُوَ ٱلۡغَنِىُّ ٱلۡحَمِيدُ

Havia de fato neles (os Profetas) um excelente exemplo para que vocês seguissem – para aqueles cuja esperança é em Allah e no Último Dia. Mas se um de vocês virar as costas, em verdade Allah é o Autossuficiente, o Digno de Louvor. (Surah Al-Mumtahinah 60:6)

  • Maulana encorajou as mulheres a serem donas de casa baseado em um Hadith onde Rasulullah (saw) disse a Sayyidina Ali (rakw) e Sayyidatina Fatimatul Zahra (ra) na ocasião do nikah destes: “Ali, seu lugar é fora (de casa) e Fatimah, seu lugar é dentro,” deixando claro que os papéis conjugais ideais são os homens buscar sustento, e as mulheres tenderem às questões domésticas, cuidando da casa e dos filhos. Veja que bênçãos de Allah, Rasul e dos Santos recaíram sobre as donas de casa no Suhbah de Maulana acima!
  • O Islam está honrando as mulheres, e não degradando-as, elas são seres delicados e frágeis com a manifestação do Atributo de Allah da beleza (Jamal), enquanto os homens são seres manifestando o Atributo de Allah da Majestade (Jalal). O Islam sempre honrou as mulheres, até mesmo a Formiga que chamou o vale cheio de formigas para a segurança na Surah An-Naml, era uma formiga fêmea! Mulheres são criaturas gentis, cheias de amor, e aquele toque materno é necessário para se moldar os filhos a serem bons fiéis – nenhuma creche ou babá pode substituir a criação nas mãos da mãe. É triste que as mulheres hoje abandonem as funções prescritas Divinamente apenas para suplementar a renda familiar.
  • A exigência Ocidental para a igualdade dos sexos é na verdade uma que degrada as mulheres, tirando-as de suas funções honráveis, para aquela de um escravo comum em público. Igualdade? Peça a um homem para engravidar ou amamentar! Allah fez os homens e as mulheres completamente diferentes – são somente aqueles que são diabólicos que querem negar esta diferença e fazer valer a suposta ‘igualdade dos sexos’.
  • Na (Surah Al-Ahzab 33:33), Allah disse às mulheres: “Fiquem em silêncio em vossas casas.” Rasulullah (saw) disse: “As mulheres são a porta da fitna.” Ao manter-se as jóias preciosas (mulheres) em um lugar sagrado, o Islam deseja preservar a integridade da unidade familiar e a honra das mulheres, assim como prevenir o adultério e a fornicação, ao definir suas funções (para as quais elas foram equipadas biologicamente, fisicamente, mentalmente e espiritualmente) da forma mais bela.

لَا ٱلشَّمۡسُ يَنۢبَغِى لَهَآ أَن تُدۡرِكَ ٱلۡقَمَرَ وَلَا ٱلَّيۡلُ سَابِقُ ٱلنَّہَارِ‌ۚ وَكُلٌّ۬ فِى فَلَكٍ۬ يَسۡبَحُونَ

Não pode o Sol alcançar a Lua e nem a Noite ultrapassar o dia: cada qual segue (sua) órbita (de acordo com a Lei) (Surah Ya-Sin 36:40)

O Sol e a Lua tem cada um sua própria órbita, cada um tem sua jornada e função única, cada um foi equipado para o dever específico Divino para o qual foi criado. De modo similar, homens e mulheres foram criados e equipados diferentemente e de modo único, para seus respectivos deveres. Assim como o Sol não pode fazer o que faz a Lua ou vice-versa (o Sistema Solar iria estar em Caos se eles tentassem trocar de lugar), homens e mulheres devem seguir as funções Divinas para as quais eles foram designados. Uma vez que eles tentem sair de suas ‘órbitas’ impostas, o caos irá recair sobre suas vidas, como vemos diante de nossos olhos, hoje em dia.

  • Os homens são os protetores das mulheres, eles devem honrá-las e serem gentis com elas, pois o Profeta disse: “Aquele que é privado de gentileza é privado de bem.” Eles devem ser pacientes em todos as questões conjugais, e jamais devem machucá-las ou tocar um dedo nelas. O Profeta (saw) disse? “Quem crê em Allah e no Último Dia não deve ferir (incomodar) seu próximo. E eu os aconselho a cuidar das mulheres, pois ela são feitas de uma costela e a parte mais torta de uma costela é a parte de cima; se tentarem ajeitá-la, quebrará, e se deixarem como está, permanecerá torta, portanto eu incito que cuidem das mulheres.”

ٱلرِّجَالُ قَوَّٲمُونَ عَلَى ٱلنِّسَآءِ

Homens são os protetores e sustentadores das mulheres (Surah An-Nisa 4:34)

Maulana Shaykh Nazim e sua falecida esposa, Hajjah Aminah Adil. Ele descreveu sua vida com ela como sendo plena de felicidade, pois a vida daqueles que vivem para agradar Allah são tornadas agradáveis por Allah. Al-Fatihah.


 

 

 


This entry was posted in 2010, Outubro, Suhbah. Bookmark the permalink.