O trágico fim de Osama bin Laden

This post is also available in: Inglês, Francês, Espanhol, Árabe, Indonésio, Turco, Urdu

Suhbah Diário de Maulana Shaykh Nazim

O trágico fim de Osama bin Laden

3 de Maio de 2011

A’uzubillah himinash shaitan nirrajim

Bismillah-hir Rahman-nir Rahim

Assalamu’alaikum wrh wbkt

(Osama Bin Laden tem sido uma figura controversa no mundo Muslim. Uns o veem como um verdadeiro guerreiro islâmico, outros, como um assassino e terrorista. É a morte de um mártir ou o contrário? Maulana diz aos buscadores para aprenderem uma lição de sua morte trágica.)

  • Chegaram as notícias a Maulana de que Osama bin Laden, perseguido por tantos países, havia sido morto. Toda questão tem um limite, e os feitos de Osama chegaram ao fim. Allah permitiu que isto acontecesse, pois assim este mundo está sendo limpo de seus opressores, um a um, para anunciar a vinda de nosso abençoado Salvador, Imam Mahdi (as).
  • Osama estava representando o mal; ele estava envolvido em atos maus contra a humanidade. Fez coisas terríveis, de cujas consequências ele não estava totalmente consciente. Allah nos prometeu vitória, mesmo que venha somente após um tempo. Agora, depois de dez anos, Allah removeu a cabeça do mal, Allah destruiu a cabeça de fitna, Osama era um número um nesta lista. A morte deste opressor trouxe conforto e descanso aos corações de muitas pessoas.
  • Quem são opressores? Aqueles que agem de forma injusta com as pessoas! E tais tiranos não terão permissão de continuar vivendo neste mundo. Mesmo que haja bilhões de malfeitores apoiando estes ditadores, cada um deles será removido por Allah. GrandeShaykh Abdullah (q) disse: “A opressão não pode durar, pois se durar, ela destruirá a tudo”.
  • O grito fervoroso pelo mundo árabe, que agora ressoa tão claramente, não é um ataque pessoal aos seus líderes – não, ele é direcionado ao tipo (ou espécies) de criaturas que estes líderes representam – tiranos e ditadores – os Faraós e Nimrods dos dias atuais. Esta exigência está se espalhando do leste ao oeste , é uma exigência pelo fim da ‘Era dos Tiranos’, que foi prevista pelo Rasulullah (saw), que após a Era dos Sultões vira a Era dos Tiranos.
  • Foi Allah que tocou os corações dessas pessoas para se rebelarem contra estes tiranos, é Ele que os guia para falarem contra essas injustiças. Os corações da Humanidade foram tocados de tal forma que eles não mais toleram a opressão, sua mensagem é: “Nós estamos cheios da Era dos Tiranos!”. Na verdade, não estão protestando sobre a fome em suas comunidades ou as restrições em suas vidas, os corações do Homem tornou-se enjoado e cansado dessa ‘Era de Opressão e Tiranos’. É por isso que tantos protestantes estão demonstrando desafiadoramente nas ruas, apesar da real ameaça de morte sobre suas cabeças.
  • Após a Era dos Tiranos, virá um membro da família do Profeta (saw). O Profeta (saw) disse: “Um membro de minha família aparecerá, e ele receberá a autoridade para agir, preencherá a terra com justiça, tal como foi antes preenchida com injustiça. É um homem com glória, fé, conhecimento, sinceridade, justiça e um Poder Divino. Ele limpará o mundo de Leste a Oeste daqueles cujo propósito na vida era enganar pessoas e atrair pessoas para disputas e torturar pessoas.”
  • Maulana disse: ninguém com um coração puro aceita as ações destes tiranos (tais quais Osama), e a opressão e injustiça que eles trouxeram a este mundo. Veja estes versos do Quran:

وَإِذَا ٱلۡمَوۡءُ ۥدَةُ سُٮِٕلَتۡ . بِأَىِّ ذَنۢبٍ۬ قُتِلَتۡ

Quando a filha, sepultada viva, for interrogada: (8) Por que delito foste assassinada? (9) (Surah At-Takwir 81:8-9)

  • Na Arábia pré-Islâmica, durante a primeira Era da Ignorância, crianças mulheres eram enterradas vivas devido ao estigma de se criar filhas. Allah disse neste versículos acima que, no Dia do Julgamento, os pais serão questionados sobre qual era o pecado da criança. De modo similar, pelo poder do mesmo versículo, líderes tirânicos como bin Laden, que miraram armas e bombas em seres humanos inocentes e indefesos (que não possuíam meios de se defender), serão chamados no Dia do Julgamento e questionados por Allah sobre por que eles fizeram mau uso do poder conferido a eles.Allah os questionará: “Por qual pecado ou razão vocês mataram os servos de Allah?”
  • O Islam não permite ferir ninguém. Aqueles, como Osama, que ferem, não têm parte no Islam, eles não têm fé. Qualquer um que se opõe às ordens Divinas – eles não são do Islam. Não têm o direito de serem chamados fiéis, portanto Allah escreveu seus nomes na lista dos tiranos.

O ataque às torres gêmeas, é completamente estranho aos ensinamentos islâmicos

 

  • Maulana orou: “Ó nosso Senhor, não nos deixe nas mãos de nossos Egos, nem por um piscar de olhos.” Maulana disse que não estava louvando a si mesmo (como alguém livre da influência de seu Ego), mas fez esta do’a para que todos nós possamos aprender a reconhecer as razões pelas quais os tiranos existem (eles seguiram seus egos) e para reconhecer os tempos em que estamos (a Era dos Tiranos), para possamos nos precaver.

يَـٰٓأَيُّہَاٱلَّذِينَءَامَنُواْخُذُواْحِذۡرَڪُمۡ

Ó fiéis!tomai vossas precauções (Surah An-Nisa 4:71)

Maulana nos avisou a todos: “Tome precauções contra o mal destes tiranos (aqueles que seguem seus Egos). Que Allah nos proteja do mal de nossos Egos, pois o Ego sempre nos engana e nos incita a fazer o mal.”

  • O Ego nunca se submete humildemente, é sempre orgulhoso. Sendo assim, nós não devemos dizer: “Somos iranianos, somos paquistaneses, somos árabes.” Em vez disso, digamos: “Somos Muslims, nos submetemos ao nosso Senhor Onipotente.” A Honra ao Homem é atingida ao largar o Ego desafiador, e submetendo-se a Allah. Não há honra em estar relacionado a um grupo ou tribo. A Honra vem da religião, não da raça!
  • Allah diz:

وَٱعۡتَصِمُواْبِحَبۡلِٱللَّهِجَمِيعً۬اوَلَاتَفَرَّقُواْ‌ۚ

E segurem firme, todos juntos, ao vínculo com Allah, e não se dividam. (Surah Ali-Imran 3:103)

Nós devemos todos segurar firmemente ao vínculo Divino da religião, e não nos dividir de acordo com raça, tribo ou nacionalidade. Não existe esse negócio de ‘nação dos árabes’, somente a Nação do Profeta Muhammad (saw). A Unidade só é possível se nos tornarmos humildes e negar nossos Egos, pois os Egos não gostam de aceitar ninguém como igual ou superior a si mesmos.

  • Aos tiranos provocadores, Allah não precisa enviar um exército de Anjos para derrota-los, Allah precisa somente enviar um exército de vírus microscópicos para seguir Seu Comando, pois vírus são o Exército de Soldados invictos de Allah! Em vinte e quatro horas, milhões de tiranos podem ser removidos facilmente. Mesmo que eles mobilizem tanques e porta-aviões, não podem derrubar um vírus. Em Basra, Iraque, uma epidemia viral tirou 70.000 vidas no primeiro dia, matou 72.000 cidadãos no segundo dia, 75.000 morreram no terceiro dia e, no quarto dia, não sobrou ninguém na cidade. Portanto, os tirantos devem se dar conta que seus tanques, caças ou mísseis nucleares serão de pouca utilidade contra Seu Exército.

Al-Fatihah

E quando lhes é dito: Não façam corrupção na terra, dizem: Somos pacificadores somente. (Surah Al-Baqarah 2:11)

 

 

Comentário

  • Toda questão tem um limite. Opressão também tem um limite, não pode se propagar indefinidamente, pois traz muito sofrimento e angústia.
  • Rasulullah (saw) falou de como as eras iriam mudar, dos Califas guiados corretamente, aos Reis, aos Sultões e então aos Tiranos, depois do que um membro de sua família, Imamul Asr, Sohibul Zaman (as), irá emergir para trazer paz ao mundo. Nós agora estamos testemunhando o fim da era dos Tiranos, que anunciará a vinda do Imam Mahdi (as).
  • Veja a importância de estar consciente das consequências de nossas ações. Osama tentou se vingar do Oeste, pela perseguição deste aos Muslims em muitos lugares mundo a fora. Mas suas ações resultaram em mais perseguição, mais mortes, mais guerras e mais Muslims inocentes sofrento e morrendo! Sua intenção era ajudar, mas agindo sem um guia Divino, ele seguiu suas emoções e sua raiva, e sua retaliação negligente levou mais fiéis a dificuldades. Admiradores maria-vai-com-as-outras seguiram seu exemplo, e a doença de bombardeio-suicida e assassinatos sem sentido começaram a acontecer. Hoje em dia, só para estar a bordo de um avião, nós somos revistados, fichados e molestados, temos que tirar nossos chapéus, sapatos e cintos; nossas malas devem ser revistadas e rastreadas, nossos líquidos deixados de lado, e todo item vagamente lembrando uma arma deve ser confiscado. Suas ações plantaram na mente de tantas pessoas que o Islam é crueldade, vingação, retaliação, ódio, assassinato, dor e terror. Quão irônico, quando o Islam é, em toda verdade, uma mensagem de Paz, uma experiência de Amor e uma jornada de Tranquilidade! Um indivíduo pervertido foi necessário para distorcer a imagem do Islam de forma horrível, até que ele não fosse mais reconhecido, nem pelos Muslims.
  • Aquele que obedece seu Ego é um tirano, e a queda de todo tirano é que ele é sobrecarregado pelos desejos maléficos de seu Ego. Maulana diz que todos somos servos – ou de nossos Egos ou de nosso Senhor. Nós temos que escolher! Aqueles que escolhem escravidão aos seus egos perderam sua honra, e perderam seu rumo na vida, assim como Osama.
  • Maulana citou versículos do Quran, lembrando-nos de tomar precauções! Contra o quê? Contra nossos Egos! Devemos reconhecer que nosso Ego é o culpado, e devemos trabalhar a fim de domar nossos egos.
  • Este é, em efeito, o Resumo da jornada inteira do Sufismo e da Tariqah – dominar o ego, e alcançar Allah! Leia este discurso incrível que nosso Sultanul Arifin, GrandeShaykh Sayyidina Abu Yazid al-Bistami (q) teve com Allah Onipotente:

GrandeShaykh: “Ó meu Senhor, como poderei ir até Você?”

Allah respondeu: “Ó Abu Yazid, Eu estou apenas a um passo de você; pise em seu Ego e venha a Mim.”

GrandeShaykh: “Ó meu Senhor, qual é a distância para alcançar-Lhe?”

Allah disse: “Ó Abu Yazid, tão grande quanto o seu Ego é a distância até Mim.”

  • Olhe para Osama bin Laden – ele estudou o Islam acadêmico profundamente através dos livros, se vestia como um Muslim, mantinha uma barba, vestia roupas folgadas, carregava um rosário e falava citando o Quran e Hadiths. Por fora, ele se assemelhava a um fiel, então o que saiu errado? O erro trágico que Osama fez foi este: ele nunca submeteu-se a um guia verdadeiro, a fim de ser treinado para reinar sobre seu Ego. Um que não tem um Shaykh, tem Shaytan por guia (Hadith).
  • A religião da Alma é a Servidão ao Senhor Onipotente, é o cântico La ila ha illAllah, não há deus senão Allah. A religião do Ego é transformar os outros em servos, seu canto é La ila ha illa ana, não há Deus senão eu. Quando alguém não aprende a domar o Ego, este toma o controle do coração, e todo o nosso conhecimento e ações se tornam marcadas com o mal.
  • Os Profetas vieram para ensinar o Homem a dizer: não há deus senão Allah. O Ego nos ensina a dizer: “Eu sou o Especial. Eu sou o mais Importante. Eu sou algo realmente Grande. Eu tenho minha própria opinião, meu próprio dizer, meu próprio sentimento sobre tudo. Eu estou sempre certo – o mundo, e mesmo Deus, não estão. Eu sou perfeito – os humanos ao meu lado, e mesmo Deus, não são. Eu sou o Senhor Mais Elevado!” Esta última frase foi dita pelo Faraó. Maulana diz que há um Faraó em cada um de nós. Se permitirmos nosso Ego se desenvolver dentro de um, ele irá. O Ego julga a si mesmo como sendo separado e independente de seu Senhor. Ele se tem como um ‘Senhor’ avulso ao Senhor verdadeiro. Ele é um parceiro do Senhor. É o ídolo específico em nossa vida que devemos destruir, assim como o Profeta (saw) simbolicamente destruiu os ídolos da Sagrada Ka’aba. Aqueles que põem a si mesmos como parceiros de Allah serão quebrados e removidos.
  • O verdadeiro propósito da Jihadul Akbar, a Grande Jihad, é dominar o Ego rebelde, pois se isso não é feito, todo nosso conhecimento e ações são feitas com o ego e para o ego, o que significa que são feitas com um mal propósito e que são feitas sem sinceridade. Íblis é o exemplo clássico disto; ele foi expulso da Presença Divina – não por falta da conhecimento ou veneração, mas por falta de respeito ao comando de Allah, pois era escravo de seu próprio Ego. Por 40.000 anos, íblis venerou Allah na terra como o líder dos Jinn. Por outros 40.000 anos, íblis venerou Allah nos céus, como líder dos Anjos. E por outros 40.000 anos, íblis venerou Allah no Paraíso, como alguém próximo a Ele. Não há um palmo na criação em que íblis não se prostou diante de Allah; se existisse, Shah Naqshband (q) teria escondido seus seguidores ali, longe do veneno de íblis. Íblis venerou como quis, por 120.000 anos. Mas quando foi importante, quando Allah o ordenou a realizar apenas um ato de veneração, uma prostração, ele negou. O Ego gosta de fazer como quer, não gosta de ser comandado, pois é seu próprio senhor.
  • GrandeShaykh disse que até Sayyidina Adam (as) tinha seu Ego consigo. Quando Allah disse a ele que o Paraíso estava a seu dispor, exceto por uma árvore, imediatamente seu Ego estava secretamente descontente com a restrição, seu Ego estava questionando a sabedoria daquilo, estava desejoso de provar daquela árvore. GrandeShaykh disse que se não fosse por aquele desafio escondido consigo, ele jamais seria tentado a provar da árvore. Mas seu Ego o levou a provar o fruto proibido, e então, ele também caiu em provocação, mostrando o mau adab de obedecer o próprio Ego e desobedecer Allah.
  • O Ego sempre nos conduz ao mal.

وَمَآأُبَرِّئُنَفۡسِىٓ‌ۚإِنَّٱلنَّفۡسَلَأَمَّارَةُۢبِٱلسُّوٓءِإِلَّامَارَحِمَرَبِّىٓ‌ۚإِنَّرَبِّىغَفُورٌ۬رَّحِيمٌ۬

Porém, eu não me escuso, porquanto o ser é propenso ao mal, exceto aqueles de quem o meu Senhor se apiada, porque o meu Senhor é Indulgente, Misericordiosíssimo. (Surah Yusuf 12:53)

  • Então daquele cujo coração ainda é controlado pelo Ego, emergirá uma religião de mal e destruição. Ele pode se vestir como um fiel, parecer um fiel, falar como um fiel e venerar como um fiel – mas, na verdade, ele é um servo de seu Ego, nunca de seu Senhor. Esta é a tragédia de Osama bin Laden. Todo seu esforço estava focada sobre o que ele (erroneamente) acreditava ser a pequena jihad, mas negligenciou a jihad maior contra o Ego.
  • Shaykh Adnan Kabbani disse que no tempo do Profeta (saw), novos convertidos ao Islam aprendiam a Shariah básica (orações, jejuns, ritos do Haj, etc) em um tempo muito curto (às vezes apenas em meros dias), e focavam o resto de suas vidas tentando domar seus Egos selvagens e alcançar a perfeição de akhlaq, boa conduta. Em grande contraste, os Muslims de hoje em dia estudam a Shariah básica por anos e anos, buscando diplomas, doutorados e Mestres nela (Shariah), mas prestam pouca, ou quase nenhuma atenção, à parte mais crucial de se ser um fiel – esmagar o cruel, tirânico Ego, e atingir o comportamento condizendo com o de um fiel. O resultado? Nós agora estamos na era dos tiranos, quase todas as pessoas vivas hoje em dia são controlados por seus Egos.
  • Lembre-se, o Profeta (Saw) disse: “Eu fui enviado para tornar perfeita a conduta humana.” Islam é uma religião de paz – paz em nossas almas (quando o Ego é derrotado) e paz com nossas famílias e Comunidades (quando nenhum tirano está no poder). Milhões de infiéis aderiram ao Islam após serem tocados por seu amor, compaixão e justiça. Nenhuma comunidade cristã ou judia sofre nas mãos dos governos Otomanos Muslims. Tal é o grande valor moral sobre o qual a Shariah do Islam é fundada – até seus inimigos respeitam e reconhecem sua compaixão e justiça.
  • A religião trazida por bin Laden não demonstra nenhuma semelhança com a imagem retratada acima. Islam tornou-se sinônimo de crueldade e loucura aleatória, uma religião de ódio, vingança e derramamento de sangue. Seu mal era dirigido a todos, inclusive aos Muslims. Veja tudo isso com um coração de compaixão e com uma mente sã e livre de preconceitos, e será possível perceber como ele trouxe algo alienado ao Islam, tão diferente do que o Profeta (saw) trouxe. Bin Laden trouxe-nos ódio de seu Ego, Rasulullah (saw) trouxe-nos amor de seu coração.
  • A mais importante missão que é dada a cada um de nós é fazer guerra contra nossos Egos orgulhosos, sob a mão guiadora de um verdadeiro herdeiro do Profeta (saw), até nos submetermos por vontade ao nosso Senhor. Apenas então seremos verdadeiros fiéis. Enquanto o Ego for o capitão do navio, ele sempre navegará pelo caminho orgulhoso de íblis, mesmo se nós nos vestirmos, estudarmos e venerarmos exteriormente como Muslims. Aprenda uma lição do fim trágico de bin Laden – a tragédia não é que ele morreu, mas que ele viveu como escravo da ira, da vingança e do ódio. Ele seguiu seu Ego até o fim de seus dias.
  • É por isso que Maulana constantemente reza essa do’a Profética: “Ó nosso Senhor, não nos deixe nas mãos de nossos Egos nem por um piscar de olhos.” O ego é um oponente tão cruel e mortal que até mesmo o mais próximo de Allah, Seu Habib (saw), aquele que é protegido de seu Ego, orou para não ser deixado nas mãos de seu Ego, nem por um momento.
  • Gostaríamos de mergulhar num poço de piranhas mesmo por um segundo? Deixaríamos nossas crianças brincar com uma cesta de cobras sequer por um segundo? É porque sabemos quão mortais piranhas são e cobras são, que tomamos tais precauções contra elas – um piscar de olhos é tudo que é necessário para um golpe fatal ser desferido.
  • Nosso Profeta (saw) sabe quão fatais são nossos Egos, e ele nos ensinou um Caminho para nos livrarmos de seu mal. Pense sobre isso – por que não estamos atendendo a esta chamada? Quando o Profeta (saw) pediu para não estar com seu Ego, sequer por um momento em sua vida, por que nós estamos pedindo para estar com nossos Egos, todos os momentos de nossas vidas?

 

Saltanat TV é o Site Oficial de Maulana Shaykh Nazim, sancionado e aprovado por ele pessoalmente.

 

 


This entry was posted in 2011, Maio, Suhbah. Bookmark the permalink.